Soberano, Carlão vence em Donington Park e se candidata ao título!

Donington, sempre Donington. Nunca subestime a famosa pista britânica.
Ross McFarlane, como sempre muito rápido, fez a pole numa volta fantástica debaixo de moderada chuva. Fabrício foi o segundo mais rápido, ficando a frente de Carlão, que largou na segunda fila. A sessão de corrida começou com altas temperaturas de pista e ambiente. Mas o céu estava carregado e a previsão era de chuva, deixando as equipes alertas a todo momento.
A equipe do pole resolveu sair de pneus intermediários, apostando numa chuva logo nas primeiras voltas, o que lhe daria larga vantagem em relação a maioria dos pilotos, que optou por pneus slicks. Mas a chuva não veio. Ao decorrer das primeiras voltas o tempo mudou e as nuvens deixarão Donington Park. Ross foi perdendo posições e logo preciso fazer seu pit, para colocar pneus adequados.
Numa só tacada, Carlão Fernandes passou Matheussi e Ross, assumindo a ponta para não mais perde-la. Fernandes fez uma corrida irrepreensível, dominando toda a prova e mostrando que quer ser campeão. Assim como Ross, Fabrício não esteve em seus melhores dias na noite de ontem. O Pole Man passou por diversos problemas durante a corrida e foi obrigado a abandonar a disputa quando faltavam 10 voltas para o término.
Fred Pezzotti, que havia largada em 10, fez ótima corrida de recuperação e chegou em segundo, aproveitando-se de alguns abandonos e conseguindo boas ultrapassagens. Logo atrás, Felipe Mafra, que nas últimas voltas tirou mais de 8 segundos de Pezzotti e se tivesse mais algumas voltas certamente engrossaria a situação para o piloto da equipe Febre Amarela.
Mafra teve um ótimo início de corrida, mas, também acreditando numa chuva logo no começo, saiu de pneus médios na traseira e começou a sofrer após a 10 volta. Ao parar, optou pelo penus duros na traseira e seu ritmo foi muito bom até o final da corrida.
Em quarto, David Cavassana, sempre muito competente no circuito inglês, chegou na quarta colocação, após uma noite de muitas ultrapassagens em pista e na estratégia, seu eterno trunfo na manga. Fabio Lopes fechou o pódio em quinto, após uma corrida espetecular, onde chegou a andar boa parte do tempo em segundo. Infelizmente o piloto da equipe Manelão sofreu com desgaste dos pneus e foi perdendo posições.
Ao final da corrida, Carlão foi entrevistado por um repórter proxeneta do Globo que lhe indagou: “Carlão, nós sabemos que esse foi um final de semana difícil, de muito trabalho com a equipe para achar o melhor ajuste para o carro. Sabemos também que os 2 Porsches da FA andaram com o mesmo acerto, feito por Pezzotti. A quem você dedica essa vitória?”
Carlão respondeu: “Eu dedico a mim mesmo. Fui eu que venci.”
Agora é a hora da verdade. Carlão assumiu a ponta do campeonato com 78 pontos. Mas Ross e Cavassana fungam no seu cangote com 76. Provavelmente quem ganhar em Road America leva o caneco. Fabio Wallner corre por trás, com 70 pontos. Mas não podemos subestimar a condução cirúrgica do Gadget Man.
podio4

Deixe um comentário